terça-feira, 7 de abril de 2009

A idade nas mulheres



Há pouco, no messenger, estava a falar com uma amiga que já entrou na bonita casa dos 40.

Começámos a falar sobre homens e mulheres, ela defende que a mulheres sao exibicionistas e os homens sao "voyeurs".

Eu acho que os homens sao as duas coisas e as mulheres sao muitas outras coisas, umas mais arraçadas de animais, outras sao mais princesas e outras, apenas pessoas sem pilinha.

Mas nao era sobre isso que queria escrever.

Conversa puxa conversa e fomos parar às maminhas das mulheres, que eram de uma maneira antes de ter filhos (apontavam para a Lua) e depois de filhos ficam diferentes, geralmente para piores.

Há uns anos, criei uma teoria, que dizia que "A única coisa boa nas mulheres envelhecerem, é que lhes cresce as mamas, e quanto mais maminha para amar, melhor!".

Confesso que agora já nao sigo esta teoria, aprendi (cresci) a ver que há coisas muito boas que aparecem nas mulheres com o passar dos anos, seja fisicamente (como um olhar diferente) ou seja na maneira de estar (há mulheres que envelhecem com muito charme).

Depois de me ter apercebido que cresci (já era tempo para isso), comecei a tentar imaginar as actrizes que agora "idolatramos" (a "solo" ou durante um filme), principalmente as que usam silicone ou as que decidem fazer plásticas para ficarem com cara de bonecas, mas o resto do corpo a cair aos bocados.

Sei que poucas me levam a sério e ainda menos têm em conta os meus conselhos, mas, meninas, deixem-se envelhecer com charme, habituem-se à gravidade com graciosidade, aprendam a desarmar os homens só com um olhar, tenham conversas interessantes sem cair no "chato" e aproveitem o corpinho que têm e nao o estraguem numa marquesa de um qualquer médico ou na agulha da seringa cheia de botox e seus derivados.

5 comentários:

Ana GG disse...

Fogo, Al-T! Não podias ter escolhido uma imagem menos assustadora?

Ainda bem que cresceste, é que a estória das "maminhas a apontar para a Lua" é um mito e nem sempre condição de mulher novinha que nunca pariu. Existe muita rapariga nova com maminhas a apontar para os sapatos. A beleza das maminhas nem sempre é proporcional à direcção para onde aponta, existem outros indicadores.

A mulher, com a idade ganha uns encantos e perde outros, é como tudo. Existem mulheres que "envelhecem" muito bem e outras não, tal como os homens. Errado é o preconceito de que no homem a idade é um charme e na mulher um peso.

Uma coisa é certa, por mais que tentemos enganar-nos não é muito agradável vermos a idade avançar, sentimos que estamos quase a entrar na contagem decrescente. Por outro lado, e por mim falo, a idade deu-me tantas coisas que já não trocaria por nada deste mundo...

Poderiamos ficar aqui horas a falar sobre o tema.

P.S. Não há uma idade certa para nada!

Anónimo disse...

Parabéns, Al Tiago!!!Foste sábio quanto ao envelhecimento das mulheres; mas, sabes, a gravidade e suas leis combatem-se com ginásio e uma alimentação inteligente....Além de que as rugas tb trazem serenidade e diplomacia a lidar com o próximo... Bjinhos e boas noites de trabalho com o teu chefe simpático!!! F.

Al-T disse...

Ana GG,

as maminhas a apontar para a Lua foi há uns anos, agora ja sei apreciar as maminhas, mesmo com defeitos ou a apontar para outros sitios.



F.,

Concordo que se "combata" a gravidade com exercicio e boa alimentaçao. Que se use todas as maneiras "naturais" possiveis e nao, operaçoes e injecçoes!

as velas ardem ate ao fim disse...

Vou falar do post de cima...sou sportinguista mas tens toda a razão!

Apesar do benfica dizer que Porto e Sporting se uniram para destrui lo...

bjos

rita disse...

Não podia concordar mais com tudo aquilo que dizes.
Como neste texto, que acho fantástico:

http://bitaites.org/pessoal/nao-leves-a-mal-mas-beleza-nao-e-fundamental

Apesar disso gostava de ver uma fotografia da namorada desse senhor e de alguns homens que dizem estas coisas que são muito verdade mas depois quando têm que escolher.. afinal as mamas de silicone até nem se nota que são de silicone e são tão sexys e bem feitas e aquele toquezinho no nariz afinal nem faz mal.

Gosto muito de saber que há homens que pensam assim, mas mais do que dizer e pensar, mostrem às mulheres o que consideram realmente importante e aquilo que deve ser valorizado.

Se calhar este tipo de escolha feminina, seja pela idade ou não, dimínuia, porque apesar de ser mulher (e precisamente pq sou mulher) sei que ao contrário do que muitas dizem não o fazem para elas, mas sim para eles e aí começa o problema.